Buscar
  • Rodrigo Viudes

carga solidária

Caminhoneiros distribuem três toneladas de doações a entidades assistenciais de Marília. Categoria descarta hipótese de nova paralisação nesta segunda (4)


Caminhoneiros dividiram doações em quatro caminhonetes para entregar às entidades neste domingo (3)

Representantes dos caminheiros e de empresas de transporte de cargas de Marília distribuíram na manhã deste domingo (3) cerca de três toneladas de alimentos e itens de higiene pessoal a entidades assistenciais da cidade - três asilos e uma casa de recuperação para dependentes químicos.

Tudo havia sido recebido como doação pela própria categoria, por iniciativa da população, que ajudou a manter os caminhoneiros na cidade durante dez dias - o último, na quinta-feira (1). Cerca de 600 caminhoneiros permaneceram por aqui, concentrados no Posto Gigantão.

Segundo lideranças do movimento em Marília, ao longo dos dias da paralisação foram recebidas cerca de 12 toneladas em doações. Em cumprimento ao que os caminhoneiros haviam deliberado entre eles e prometido por redes sociais, o que sobrou foi devolvido à população.

Foram beneficiados os asilos 'Mansão Ismael', 'Casa do Caminho' e 'São Vicente de Paulo' e o Projeto Vida Nova. Cada entidade recebeu uma caminhonete cheia de quilos de arroz, feijão, farinha e açúcar, garrafas de água e refrigerante, carnes, pães, pastas de dente, papel higiênico, entre outros itens.


Entrega na Casa do Caminho, na zona sul de Marília

Entrega na Mansão Ismael, próxima à área central de Marília


Funcionário recolhe parte das doações entregues ao Lar São Vicente de Paulo

AQUI, NÃO!

Lideranças ouvidas por este blog durante a distribuição das doações ontem refutaram qualquer possibilidade de nova paralisação a partir desta segunda-feira (4). A retomada de novos protestos foi convocada nas redes sociais por grupos que defendem, por exemplo, a intervenção militar no país.

"Aqui não haverá mais nada, pelo menos até sessenta dias e o próximo reajuste dos combustíveis", afirmou o diretor da FBF Transportes e principal porta-voz do movimento em Marília, Fábio Evangelista. Até a tarde deste domingo (3), nenhuma nova mobilização de caminhoneiros havia sido registrada na cidade.




26 visualizações

© 2023 por Armário Confidencial. Orgulhosamente criado com Wix.com