top of page

PEREGRINOS DO PAI NOSSO

Atualizado: 21 de jun.

Reunidos em multidão no Corpus Christi, católicos marilienses iniciam caminhada em oração rumo ao Jubileu-2025. Bispo diocesano percorre percalços do caos humano em homilia e institui espiritualidade eucarística. Filhos das urnas, pré-candidatos atravessam celebração antes de canonização eleitoral


Sob a bênção do Santíssimo: católicos encerraram procissão em santuário no centro | Foto: Erica Montilha

Devolvida à cena urbana há pouco mais de dez anos, a quadra da rua Sergipe entre as avenidas Nelson Spielmann e Pedro de Toledo restabeleceu os limites entre a recém-inaugurada Praça Maria Isabel e o entorno da Catedral São Bento, no centro de Marília.

Via alternativa ao tráfego de veículos, motociclistas, ciclistas e demais transeuntes do cotidiano, a velha-nova rua recebeu a passagem do próprio Caminho na celebração do Corpus Christi realizada na tarde-noite desta quinta-feira (30).

Uma multidão de católicos inundou as margens da Sergipe para participar da missa e, dali, acompanhar o Santíssimo – este último, sobre trechos de tapetes coloridos, até o Santuário Nossa Senhora da Glória.


Mar de fiéis: católicos inundaram as margens da Sergipe para adorar o Santíssimo | Foto: Erica Montilha

A tradicional celebração católica carregou consigo seus peregrinos do Pai Nosso, destinados a permanecerem em caminhada de fé rumo ao Jubileu-2025.



O CAOS DE CADA DIA

Em sua homilia, o bispo de Marília, dom Luiz Antonio Cipolini percorreu os percalços do caos humano que afeta o homem na caminhada terrestre, a começar pelo “externo, social, político e econômico”.

“Pensemos nas guerras na Ucrânia, na Faixa de Gaza, nos conflitos armados em inúmeras regiões do mundo, nas enchentes, nos fenômenos climáticos longe e perto de nós, como atualmente no Rio Grande do Sul, nas tantas pessoas que não têm o que comer, em tantas injustiças sociais”, afirmou.
Dom Luiz conduz o Santíssimo sobre tradicional tapete: bispo conclama 'Igreja em Saída' | Foto: Erica Montilha

Cipolini citou ainda o “caos interior” provocado pela “depressão, a ansiedade, o desânimo, a perda do sentido da vida”. “Se não curarmos o que está dentro de nós, será difícil mudar o que está fora”, comparou.

O bispo convocou os católicos a “adorar e servir a Cristo” como “igreja em saída”, tais como “sinais palpáveis de esperança” aos “presos, doentes, jovens, dependentes químicos, imigrantes e idosos”.

 

ESPIRITUALIDADE EUCARÍSTICA

Ainda na homilia, dom Luiz Antonio Cipolini conclamou os fieis a serem “verdadeiros adoradores de Jesus eucarísticos”, cujos meios ele explicou em Carta Pastoral publicada nesta sexta-feira (31).


Segundo o documento, todas 66 paróquias espalhadas por 37 municípios do oeste ao extremo-oeste do estado deverão se “transformar” todas as primeiras sextas-feiras de cada mês, até dezembro, em “oásis de amor” de adoração ao Santíssimo Sacramento.


Sublime Sacramento: fiéis deverão adorar Santíssimo toda 1ª sexta-feira de cada mês | Foto: Erica Montilha
“Como peregrinos da esperança, sejamos criativos em escancarar as portas de nossos templos e de nossos corações a fim de que todo o povo de Deus possa se preparar bem para o ano jubilar”, motivou o bispo.

A abertura da futura etapa de preparação ao Jubileu-2025 será em missa solene a ser realizada em 29 de dezembro de 2024 na Catedral São Bento, em Marília. Caravanas de paróquias e comunidades religiosas de toda a diocese são aguardadas para a celebração.

 

FILHOS DAS URNAS

Entre os milhares de católicos presentes à missa campal de Corpus Christi atravessaram também aqueles(as) que não perderam a oportunidade da multidão para serem vistos(as) entre os que ali rezavam ou passavam.

São os(as) pré-candidatos(as) a vereador(a) e prefeito de Marília que, em breve, também hão de ser canonizados(as) em santinhos eleitorais a serem distribuídos e derramados pelas vias públicas do conclave municipal.

Dentre os filhos das urnas se fizeram notados, como exemplos, o deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Marília, Vinícius Camarinha (PSDB) e o vereador Rogerinho (PP) – ambos, com registros em redes sociais.



51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page