Buscar
  • Rodrigo Viudes

BLOG NO AR – 22/01

Atualizado: Jan 26

Confira, leia, assista e ouça os destaques de nossa cobertura política nesta sexta (22) no programa 'Fala Cidade' das Rádios Clube AM/Itaipu FM: Ato político online abre programa de imunização contra covid-19 em Marília. Manifesto assinado por prefeitos e vereadores na Câmara Municipal pede revogação de resolução que reduziu em 12% os repasses nas subvenções às Santas Casas de Misericórdia da região - e de todo o estado

ATO ONLINE’ ABRE PROGRAMA DE VACINAÇÃO servidores e idosos hoje EM MARÍLIA


Três dias depois de receber cinco mil doses da vacina da parceria Butantan/Sinovac Biotech contra a covid-19, a Prefeitura de Marília lança nesta sexta-feira, 22 de janeiro, o seu programa oficial de imunização.

Diferentemente do palanque preparado pelo governo do estado no HC, na último terça-feira, o lançamento desta manhã será restrito a jornalistas e profissionais da saúde.

O ponto de partida escolhido pela prefeitura para a vacinação foi a Unidade Básica de Saúde (UBS) Nova Marília, localizada na zona sul, a mais populosa da cidade.

A distribuição da vacina apenas agora pela Secretaria Municipal de Saúde foi justificada pelo titular da pasta, Cássio Luiz Pinto Junior, como necessária para que a estrutura para a vacinação fosse preparada, seja nos hospitais ou na rede pública municipal.

Em entrevista nesta quinta-feira, 21 de janeiro, a uma emissora regional de tevê, o secretário falou sobre o público-alvo deste início de vacinação em Marília e também como será a distribuição das primeiras cinco mil doses na cidade.

Além dos profissionais da saúde, também receberão as primeiras doses da coronavac os idosos residentes nos asilos da cidade, com idade superior a 60 anos. A terceira idade segue como prioridade para sequência da vacinação, prevista para continuar somente a partir do dia 8 de fevereiro – isso, se a vacina chegar a tempo na cidade.

A prefeitura anuncia nesta manhã ainda a aquisição de mais de 500 mil unidades de bandagem e 30 caixas térmicas para acondicionar as vacinas. As mais de 240 mil seringas e agulhas, suficientes para toda a população, já estão garantidas pelo estado.

O lançamento desta manhã terá transmissão ao vivo pela conta pessoal do prefeito Daniel Alonso, do PSDB, no Facebook.


MANIFESTO COBRA REVOGAÇÃO DE CORTE DE REPASSES ÀS SANTAS CASAS da região


Plenária realizada na manhã desta quinta-feira, 21 de janeiro, na Câmara Municipal de Marília, terminou com a assinatura de um manifesto contra o corte de repasses estaduais às Santas Casas.

O manifesto pede a revogação da Resolução número 1 da Secretaria de Estado da Saúde que estabeleceu medidas de restrição orçamentária e que, segundo os cálculos apresentados na plenária, vai diminuir em cerca de R$ 80 milhões mensais no repasse de subvenções para as Santas Casas da região.

O documento foi endossado pelos poucos políticos e gestores de saúde presentes. Entre eles, dois prefeitos, o vice-prefeito de Marília, Cícero do Ceasa, do PL; e cinco presidentes de Câmaras Municipais, incluído o que promoveu o ato político, Marcos Rezende, do PSD.

Único representante da Saúde no evento, o diretor-administrativo da Santa Casa de Misericórdia de Marília, João Luís Castro Vellucci, explicou quais são os efeitos práticos do corte de repasses na rotina do hospital mariliense (confira vídeo abaixo).

Ao final da plenária, o vereador Marcos Rezende afirmou que o manifesto deve ser levado em caravana até o Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, em data a ser definida nos próximos dias. A considerar a representatividade do manifesto, restrito por ora a apenas doze municípios, a entrega não deverá provocar nenhuma aglomeração.

NOTA DO EDITOR: O conteúdo compartilhado com as rádios Clube AM/Itaipu FM é independente e não representa, necessariamente, a opinião do programa 'Fala Cidade'

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2023 por Armário Confidencial. Orgulhosamente criado com Wix.com