top of page

VIRADA CAMARÁRIA

Recomposição de comissões permanentes para biênio 2023-2024 acomoda novo comando no Legislativo. Votação de vetos do Executivo ao orçamento é primeiro teste para nova frente oposicionista. Jornalismo reassume comando da TV Câmara

Sem que houvesse a necessidade de solenidade de posse da nova presidência para o biênio 2023-2024, conforme determina o Regimento Interno, a Câmara Municipal de Marília já está na ativa após o réveillon.

E a ‘virada política’, prenunciada após a eleição da Mesa Diretora, na última sessão plenária de 2022, já começou a se realizar neste Ano Novo pela nomeação dos componentes das comissões permanentes.

A exemplo do que ocorrera em 2021, os dois vice-presidentes e os quatro secretários foram acomodados na titularidade das principais comissões, mas agora com maior influência da base de oposição, que inverteu a maioria na casa.


CARGOS ESTRATÉGICOS

Os vereadores Rogerinho (PP) e agente federal Junior Féfin (União Brasil), primeiro e segundo vice-presidentes, respectivamente, assumem o comando, na mesma ordem, da Comissão de Justiça e Redação (CJR), a mais importante do Legislativo.

Pela CJR transitam todas as proposituras, menos as do Executivo. Professor de Direito Constitucional, Féfin vai dirigir a Comissão de Finanças, Orçamento e Servidor Público (CFOSP), que emite o parecer e apresenta a redação final do orçamento municipal.

Com exceção de Ivan Negão (PSB), eleito terceiro-secretário, que já dispunha de três cadeiras titulares nos conselhos, todos os demais – Elio Ajeka (PP), primeiro; Vania Ramos (Republicanos), segunda e Professora Daniela (PL), quarta – dispõem agora do mesmo número de assentos – um limite regimental, aliás.

Sob nova direção: Eduardo Nascimento (PSDB) inicia sua 3ª presidência com maioria no Legislativo

Embora ausentes na votação da Mesa Diretora, mas aliados ao grupo vencedor, Luiz Eduardo Nardi (Podemos) e Danilo da Saúde (PSB) presidirão as comissões de Obras e Serviços Públicos (COSP) e Saúde e Assistência Social (CSAS), respectivamente.

Já os governistas tiveram reduzida a participação nas comissões na proporção inversa. Junior Moraes (PL), que perdeu a eleição à presidência, Evandro Galete (PSDB), ex-segundo e primeiro vice-presidentes, pela ordem, ficaram com apenas uma cadeira titular cada um.

No mais, há representantes da Mesa Diretora em oito das nove comissões, exceto na Comissão de Relações de Trabalho (CRT), na qual foram nomeados os governistas Marcos Custódio (Podemos), Evandro Galete (PSDB) e o ex-presidente Marcos Rezende (PSD).


VETO À PROVA

Agora sob o comando de Eduardo Nascimento (PSDB), o Legislativo terá seu primeiro ‘teste de oposição’ ao Executivo na análise dos vetos a emendas legislativas ao Orçamento-2023. A votação deve ocorrer em fevereiro.

À prova do Legislativo: prefeito Daniel Alonso (PL) terá vetos ao Orçamento-2023 analisados pelo Legislativo

Das 72 proposituras apresentadas pelos vereadores ao Projeto de Lei 112/2022, o prefeito Daniel Alonso (PL) acatou 58 e barrou 14 – nove de Marcos Rezende (PSD), quatro de Féfin e uma do presidente eleito.

Cabe ao Legislativo a palavra final sobre os vetos do prefeito. Para derrubá-los, são necessários os votos de nove dos 13 vereadores. A decisão pró-Legislativo dependeria do posicionamento favorável da maioria dos governistas.

DE VOLTA AO JORNALISMO

O ex-vereador e apresentador de TV, Ronaldo Cabral Medeiros, é o novo diretor de Comunicação Social da Câmara Municipal. O ato de nomeação foi publicado na edição desta quarta do Diário Oficial do Município de Marília (DOMM).

Com a bola toda: Ronaldo Medeiros assume diretoria de Comunicação da Câmara | Facebook/Reprodução

Medeiros exerceu mandato legislativo entre 23 de abril a 31 de maio de 2007, então suplente de Geraldo Cesar Lopes Martins, o 'Cesar da ML', pelo PMDB (atual MDB). Servidor público municipal aposentado, ele apresenta o programa Com a Bola Toda, na TV Marilia.

A escolha da nova presidência por Ronaldo Medeiros devolve o cargo a um profissional que atua na Comunicação, como ocorrera antes com os jornalistas Cido de Almeida, Laperuta Junior e Amanda Campos.

A sequência foi interrompida em 2022 com a nomeação do pastor Laio da Silva Rodrigues pelo então presidente Marcos Rezende (PSD). Agora com Medeiros, a TV Câmara volta a ser conduzida por um profissional com capacidade técnica.

131 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page